terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

AJUDE SEMPRE
 André Luiz

Diante da noite, não acuse as trevas.
Aprenda a fazer lume.
Em vão condenará você o pântano.
Ajude-o a purificar-se.
No caminho pedregoso, não atire calhaus nos outros.
Transforme os calhaus em obras úteis.
Não amaldiçoe o vozerio alheio.
Ensine alguma lição proveitosa, com o silêncio.
Não adote a incerteza, perante as situações difíceis.
Enfrente-as com a conciência limpa.
Debalde censurará você o espinheiro.
Remova-o com bondade.
Não critique o terreno sáfaro.
Ao invés disso, dê-lhe adubo.
Não pronuncie más palavras contra o deserto.
Auxilie a cavar um poço sob a areia escaldante.
Não é vantagem desaprovar onde todos desaprovaram.
Ampare o seu irmão com a boa palavra.
É sempre fácil observar o mal e identificá-lo.
Entretanto, o que o Cristo espera de nós outros é a
descoberta e o cultivo do bem para que o
Divino Amor
seja glorificado.

 ( Psicografia: Francisco Cândido Xavier, do livro Agenda Cristâ, FEB)

       
                                    



 

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

APROVEITAMENTO

" Medita estas coisas; ocupa-te nelas para que o teu
aproveitamento seja manifesto a todos." - Paulo,(I TIMÓTEO, 4:15) 

Geralmente, o primeiro impulso dos que ingressam na fé constitui a preocupação de transformar compulsóriamente os outros.
Semelhante propósito, às vezes, raia pela imprudência, pela obsessão. O novo crente flagela a quantos lhe ouvem os argumentos colorosos, azorragando costumes, condenando idéias alheias e violentando situações, esquecido de que a experiência da alma é laboriosa e longa e de que há muitas esferas de serviço na casa de Nosso Pai.
Aceitar a boa doutrina, decorar-lhe as formulas verbais e estender-lhe os preceitos são tarefas importantes, mas aproveitá-la é essencial.
muitos companheiros apregoam ensinamentos valiosos, todavia, no fundo, estão sempre inclinados a rudes conflitos, em face da menor alfinetada no caminho da crença. Não toleram pequeninos aborrecimentos domésticos e mantêm verdadeiro jogo de máscaras em todas as posições.
A palavra de Paulo, no entanto, é muito clara.
A questão fundamnetal é de aproveitamento.
Indubitável que a cultura doutrinária representa conquista imprescendível ao seguro ministério do bem;
contudo, é imperioso reconhecer que se o coração do crente ambiciona a santificação de si mesmo, a caminho das zonas superiores da vida, é indispensàvel se ocupe nas coisas sagradas do Espírito, não por vaidade, mas para que o seu justo aproveitamento seja manifesto a todos.
                                                                                  Emannuel
( Psicografia de F.C. Xavier do livro Vinhas da Luz. FEB)


segunda-feira, 6 de agosto de 2012

"O estudo abre o leque do conhecimento,
livra-nos do véu da ignorância,
fazendo-nos entender que tudo
está contido nas Leis Naturais ou Divinas
que são as próprias Leis de DEUS,
que nada é sobrenatural. Portanto,
não basta sómente crer, temos que compreender
pois não tendo o conhecimento nem a compreenção
estaremos sujeitos a uma fé cega
que abrirá margens para o fanatismo."

                          J.Göbhardt